OAB irá integrar comissão que atuará em estratégias de proteção do jovem no mundo cibernético

Publicado 20 de abril de 2017
Hedeson Alves/SEED

 

 A OAB Paraná irá integrar uma comissão multidisciplinar composta de diversos órgãos e instituições que desenvolverá estratégias de proteção aos jovens no mundo virtual. A medida foi estabelecida nesta quinta-feira (20), durante reunião entre representantes de diversos órgãos e instituições na sede da Secretaria de Estado da Educação, como uma tentativa de evitar mais tentativas de suicídio entre adolescentes.

A seccional foi representada pelo presidente da Comissão da Criança e do Adolescente, Anderson Rodrigues Ferreira. Também estiveram presentes representantes das Secretarias de Estado da Educação, da Saúde, da Juventude, Polícias Civil e Militar, Celepar, Ministério Público e Conselho Tutelar.

“Foram abordadas as situações de risco, as formas de proteção dos jovens e de prevenção de crimes no âmbito cibernético. A comissão multidisciplinar a ser criada está dentro do eixo de tecnologia e dignidade humana do Plano Estadual de Educação em Direitos Humanos. A OAB é a única entidade da sociedade civil presente”, pontuou Ferreira.

O trabalho da comissão será feito paralelamente às orientações que já estão sendo repassadas às famílias, através dos vários órgãos governamentais, como Saúde, Segurança Pública, Educação e Juventude. “A soma das nossas ações integradas, em convergência, vai ajudar na proteção dos jovens”, disse a secretária de Estado da Educação, professora Ana Seres.

A orientação da SEED é que caso percebam que os filhos estão sendo chamados a participar desse tipo de jogo, os familiares procurem as delegacias de polícia em suas cidades para fazer denúncias. Se possível, levar um “print” da tela identificando URL e outros dados que possam levar à identificação dos envolvidos.

No caso das escolas, educadores estão orientados a observar comportamentos inusitados nos estudantes, como isolamento e marcas no corpo, chamar a família e dar o encaminhamento necessário conforme o caso (que pode ser de assistência pedagógica ou médica). A Ouvidoria da secretaria da Educação também pode ser acionada pelo fone 0800-419192 ou pelo e-mail ouvseed@pr.gov.br

Já para evitar o uso dos celulares e internet durante a madrugada, a orientação é que os pais não deixem sinal disponível e acompanhem a rotina dos filhos.

Fonte: Assessoria de Imprensa da SEED
Voltar